O governador Ronaldo Caiado (DEM) criou o Grupo Técnico Social de Goiás (GTS), que será presidido pela primeira-dama, Gracinha Caiado. O cargo não é remunerado e surge depois de ataques da oposição, que aponta crime de usurpação de função pública. As críticas de oposicionistas na Assembleia Legislativa culminaram com o bate-boca entre Caiado e o ex-governador Marcon...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários