O mapa da pobreza que será anunciado nesta terça-feira (12) pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) aponta 129 famílias com maior grau de carências no Estado. Elas serão alvo de ações específicas de assistência social.

O levantamento foi feito pelo Instituto Mauro Borges (IMB) com base nos dados do cadastro único do governo federal de beneficiários de programas sociais. Foi elaborado o chamado indicador multidimensional de pobreza, que inclui não apenas renda, mas carências em saneamento, moradia e educação. Eles apontam risco de 0 a 5, sendo o último o pior nível. As 129 famílias estão neste risco 5.

Caiado também anunciará os dez municípios em que estão as famílias mais carentes, com iniciativas localizadas sob responsabilidade do gabinete de políticas sociais. 

O anúncio, que seria na quarta-feira, mas mudou para amanhã, é uma tentativa de criar agenda positiva no governo, depois de 42 dias de crises. Segundo informações do governo, será possível realizar ações mesmo com as dificuldades financeiras porque os recursos já estão no Orçamento e apenas serão distribuídos de forma mais eficiente.

O consultor Marcelo Garcia esteve no fim de janeiro em Goiás para ajudar na elaboração do mapa e dar conselhos sobre as medidas, em reunião com o secretário de Desenvolvimento  Social, Marcos Cabral, e com a primeira-dama Gracinha Caiado.

*** 
E-mail: fabiana.pulcineli@opopular.com.br
Twitter: @fpulcineli
Facebook: fabiana.pulcineli
Instagram: @fpulcineli