O Banco Central bloqueou R$ 32 milhões em contas do casal João Santana e Mônica Moura, detido na semana passada na Operação Lava Jato. Marqueteiro do PT em três eleições presidenciais, Santana e a mulher são suspeitos de receber pagamentos ilícitos no exterior da Odebrecht e do lobista Zwi Skornicki, ex-representante do estaleiro Keppel Shipyard no Brasil. O juiz federa...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários