Dentro do tucanato, foi visto como um erro do governador João Doria ter alimentado um bate-boca com o deputado Aécio Neves, que havia submergido da política nacional desde que foi divulgada a conversa na qual ele pedia R$ 2 milhões do empresário Joesley Batista. Aécio retomou o caso BolsoDoria, o apelido do voto sugerido em São Paulo em 2018, para irritação dos aliados ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários