Ao cumprir ordem de bloqueio na Operação Carbonara Chimica, fase 63 da Lava Jato, o Banco Central confiscou R$ 102 milhões das contas de ex-executivos da Odebrecht. O juiz Luiz Antonio Bonat, da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba, havia decretado bloqueio de até R$ 555 milhões dos investigados por suposto esquema de propinas destinadas, inclusive, para ex-ministros d...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários