Para o médico infectologista João Alves, o importante é que as atividades não gerem aglomerações, que são vetores de transmissão da Covid-19. Quanto às carreatas, ele afirma que o fato de as pessoas saírem às portas para ver o candidato passando em cima do carro de som oferece pouco risco de contaminação, desde que elas estejam devidamente protegidas. “Como ela está distant...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários