A Federação Goiana dos Municípios (FGM) projeta uma queda de arrecadação superior a R$ 1,7 bilhão para as 246 cidades goianas até o fim do ano, devido à crise econômica gerada pela pandemia do novo coronavírus. A maior parte da redução, aproximadamente R$ 484 milhões, deve vir da quota do ICMS, à qual os municípios têm direito. O cálculo, feito pela FGM em parceria com a C...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários