Na opinião de integrantes da cúpula das Forças Armadas, o relato do general da reserva Eduardo Villas Bôas sobre a decisão de se posicionar às vésperas do julgamento do Supremo de 2018 sobre a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi interpretado de maneira equivocada por ministros da corte. Para generais tanto da ativa como da reserva, alguns deles ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários