Alvo de críticas de governistas desde que foi anunciado líder do governo, em 14 de janeiro, pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), o deputado goiano Major Vitor Hugo (PSL) enfrenta agora situação mais delicada com o anúncio oficial do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de rompimento. O fogo amigo, que já era intenso, aposta que as duras declarações de Maia sejam o...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários