As cúpulas da Câmara e do Senado patrocinaram uma manobra que resultou na limitação do número de candidatos que cada partido poderá lançar ao Legislativo nas eleições de 2022. A iniciativa, que atende aos interesses da maioria dos caciques partidários, envolveu a alteração de texto de um projeto aprovado pelo plenário do Senado e que já havia sido enviado à sanç...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários