Após um relatório da CPI das Fake News identificar publicidade do governo em sites de conteúdo impróprio, incluindo páginas que disseminam fake news, a Secretaria Especial de Comunicação (Secom) afirmou que o governo não pretende mudar critérios de distribuição de recursos públicos com a publicidade oficial e que não fará censura. Em entrevista no Paláci...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários