“O DEM em Goiás nunca vinculou uma eleição a outra e sempre definiu de última hora”, diz o presidente do PSD estadual, Vilmar Rocha, ao justificar a resistência em fechar acordo com o partido do governador Ronaldo Caiado para as eleições de 2022 em troca do apoio do democrata para a candidatura do senador Vanderlan Cardoso (PSD) em Goiânia. A negativa da direção do P...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários