As contas de 52 municípios de Goiás ficaram acima do limite estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) para gastos com pessoal em 2018. A lei determina o gasto máximo de 54% da Receita Corrente Líquida (RCL) com a folha de pagamento; dez gastaram mais de 60% com essa despesa, sendo três acima de 70%.O levantamento foi feito pelo POPULAR utilizando as prestaç...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários