“É a educação que ele tem mesmo”, disse o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), Sandro Mabel, após ser chamado pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM) de “mercenário, canalha e desumano”. Em nota publicada por meio da Fieg, Mabel criticou a decisão do governo goiano de abrigar em quarentena brasileiros vindos da China, país que vive crise devi...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários