A fusão do DEM e do PSL simboliza o nascimento do maior partido do País, em representação no Congresso Nacional, tempo de TV na propaganda eleitoral e fatia do fundo partidário.

Na convenção nacional que bateu o martelo da criação do União Brasil, o governador Ronaldo Caiado fez um discurso firme. Tanto insinuou o desejo de assumir um protagonismo na corrida presidencial, saindo da posição de satélite do bolsonarismo, como na governabilidade, no presente e no futuro.

Neste episódio 133 do Giro 360, Marcos Carreiro e Caio Henrique Salgado falam sobre as repercussões da sigla que já nasce gigante.

Curte o nosso podcast? Assine O POPULAR e ajude a mantê-lo no ar.