Se algum tratamento precoce teve efeitos, foi esse dado pelos políticos goianos às eleições do ano que vem.

O governador Ronaldo Caiado já definiu Daniel Vilela como candidato a vice em 2002, numa antecipação incomum, que selou enfim a aliança com o MDB.

Incomodado pelos ouvidos moucos de seus companheiros, o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha, se desfiliou do partido e disse estar "à disposição do povo".

Neste episódio 132 do Giro 360, Marcos Carreiro e Caio Henrique Salgado analisam o fôlego de quem se jogou de peito aberto na corrida eleitoral.

Curte o nosso podcast? Assine O POPULAR e ajude a mantê-lo no ar.