A política tem o dom de acelerar o tempo. Pelo calendário, estamos no fim de abril. Para quem se guia pelas urnas, já é 2022.
Nesse episódio do Giro 360, Caio Henrique Salgado e Marcos Carreiro observam as movimentações para assegurar as bases para o que as pessoas normais chamam de ano que vem.
Cabe adiantar sem risco spoiler: o governador, seja ele quem for, é sempre um ímã de prefeitos. 
A questão que fica é: quem ganha e quem perde com tamanho pragmatismo?

Curte o nosso podcast? Assine O POPULAR e ajude a mantê-lo no ar.