Nem uma a menos

Presenciar casos de violência familiar na nossa vizinhança marcou minha infância e interferiu diretamente na minha vontade de trabalhar como delegada e de combater a violência contra crianças, adolescentes e mulheres. Nos meus 21 anos de atuação como Delegada da Polícia Civil…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários