Há três meses, na morte de João Gilberto, fiquei na expectativa de que pelo menos uma das gravadoras para as quais ele trabalhou manifestasse seu pesar pela perda de um grande artista. Não esperava que essas gravadoras se juntassem e rateassem seus milhões para publicar anúncios de página…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários