Simpático ao integralismo e católico reacionário, Alceu Amoroso Lima soube de Proust em Paris, onde estudou nos anos 1910. Quem primeiro lhe falou dele foi Léon Daudet, um líder da Action Française, movimento monarquista e antissemita.

Numa carta a Jackson de…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários