Alguém, especialmente no Brasil, ainda se lembra que dia 23 de abril é o Dia Mundial do Livro? Esse guerreiro que insiste em sobreviver no perpassar dos séculos. Mesmo combalido pela idiotização do mundo líquido, com as páginas já encardidas de tanto abandono, tristonho pela solidão de agora e decepcionado pelo desprezo insolente,…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários