Não há barões na rua 8

"Prefiro acreditar, no fim das contas, que o velho Cine Casablanca voltará. Em outra forma, mas voltará”

O ano, se a memória não falha, foi 1982. Em pé, uma pequena multidão mirava a tela do Cine Casablanca. Didi, Dedé, Mussum e Zacarias…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários