Começou cedo demais, infelizmente. A corrida eleitoral toma a cena num País castigado pelo desemprego, pelo aumento da pobreza e da desigualdade, pela inflação e pelos efeitos da pandemia que agravou os problemas que já existiam. O debate hoje oscila entre o populismo escancarado de quem…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários