Dado revelado ontem oferece elementos para imaginarmos que a economia pode avançar mesmo num ambiente político ainda imerso em tensões características de período eleitoral.

O Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) registrou avanço em julho, indicando uma recuperação gradual do mercado de trabalho, de acordo com os dados da Fundação Getulio Vargas (FGV).

O IAEmp, que antecipa os rumos do mercado de trabalho no Brasil, avançou 0,4 ponto em julho, chegando a 87,0 pontos. Essa foi a segunda alta consecutiva do índice, algo que não acontecia desde o início de 2018. A alta de 1,2 ponto no bimestre, contudo, é ainda tímida diante das perdas de 15,3 pontos de janeiro a maio. O cenário de recuperação do mercado de trabalho deve persistir em ritmo gradual nos próximos meses, o que anima.

Duas informações divulgadas com destaque no portal do POPULAR ao longo do dia de ontem retratam essa tendência. Uma concessionária da Avenida T-63 abriu 14 vagas de emprego.

Uma gigante do setor de bebidas acena com programa de Trainee com salários iniciais de R$ 6,7 mil. São sinais ainda rarefeitos, mas contundentes o suficiente para despertar um ativo importante: o otimismo.