A participação das mulheres na vida econômica brasileira cresce de forma constante. Pesquisa Brasil Global Entrepreneurship Monitor põe as mulheres como protagonistas na abertura de novos negócios. A proporção de Empreendedores Novos” - à frente de negócios com menos de 3,5 anos - é maior entre elas: 15,4% contra 12,6% de homens.

As análises feitas pelo Sebrae mostram que as empreendedoras são mais jovens e têm um nível de escolaridade 16% superior ao dos homens.

Entretanto, continuam ganhando 22% menos que os empresários, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, do IBGE. Em 2018, os donos de negócio do sexo masculino tiveram um rendimento mensal médio de R$ 2.344, enquanto que o rendimento das mulheres ficou em R$ 1.831.

São todos números que definem um fenômeno, delimitam lacunas e atestam a relevância do Delas - Mulheres de Negócios, evento no Passeio das Águas Shopping realizado em parceria pelo Sebrae Goiás, TV Anhanguera e a Rede Goiana de Empreendedorismo Feminino. Além da capacitação para a gestão, veio aí a semente do Fórum do Empreendedorismo Feminino no Estado, uma rede de apoio essencial para quem assume riscos.