Marco da construção da capital, espaço simbólico e referência histórica de Goiânia, a Praça Cívica já passou por muitas fases. De lugar para lazer das famílias, a praça foi se transformando pouco a pouco em um gigante estacionamento, tomado por veículos que fizeram o local se tornar invisível, sem atrativos, praticamente impossível de transitar. A revitalização, ocorrida há menos de três anos, foi uma obra festejada e recebida com orgulho pela população, que sentiu como se estivesse recuperando o espaço perdido. Mas novamente o local volta a ser irregularmente ocupado, mais uma vez utilizado como estacionamento para carros, que já danificaram boa parte do calçamento de pedras portuguesas, incapaz de suportar o peso de veículos. A invasão gradativa ameaça roubar de novo um espaço histórico e público, em benefício de interesses particulares. É preciso uma fiscalização rigorosa para evitar que o lugar seja desfigurado e que todo o esforço e dinheiro empregados na revitalização se percam. A Praça Cívica é espaço de convivência, de lazer, de contemplação, de preservação da memória do marco inicial da cidade. Transformá-la em estacionamento é um desrespeito à cidade e à sua história.