Túnis – Um político veterano do regime anterior, que concorreu com uma plataforma de restaurar o prestígio do governo, assumiu a liderança na primeira eleição presidencial livre da Tunísia, ontem. Mas pesquisas de boca de urna indicam que será necessário um segundo turno para decidir quem será o presidente. Beji Caid Essebsi, de 87 anos, repetiu o sucesso de seu parti...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários