A jornalista filipino-americana Maria Ressa, que nesta sexta-feira (8) ganhou o Nobel da Paz ao lado do russo Dmitri Muratov, vem preenchendo suas primeiras declarações públicas após a premiação com dois alertas: a necessidade de promover a segurança dos profissionais da imprensa e o perigo da disseminação do ódio e da desinformação nas redes sociais. Em entrevista à agên...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários