A agência de medicamentos da União Europeia (EMA) afirmou nesta quarta-feira (7) que casos "incomuns" de trombose devem ser listados como efeitos colaterais "muito raros" da vacina anti-Covid da AstraZeneca e da Universidade de Oxford. Ainda assim, a EMA manteve a avaliação de que a relação benefício-risco do imunizante "permanece positiva" e não ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários