A Suécia, país que evitou impor medidas mais restritivas de isolamento social, registrou o mês com o maior número de mortes em quase 30 anos, de acordo com dados oficiais divulgados nesta segunda-feira (18). Segundo o Escritório de Estatísticas do país, mais suecos morreram em abril do que em qualquer mês anterior desde dezembro de 1993. Ao todo 10.458 pessoas perder...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários