O líder opositor venezuelano Juan Guaidó, que se declarou presidente interino do país em janeiro, disse ontem, em entrevista ao diário uruguaio El País que a estratégia da oposição, caso o presidente Nicolás Maduro não permita a entrega de ajuda humanitária à Venezuela, será reunir o máximo de pessoas possíveis na fronteira para solicitar a entrada de alimentos e rem...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários