O premiê israelense, Benjamin Netanyahu, tentou ontem mais uma cartada para se manter no cargo. Após o segundo lugar na votação de terça-feira, ele propôs ao rival Benny Gantz - cujo partido Azul e Branco foi mais votado - um governo de coalizão liderado por ele, Netanyahu. A resposta de Gantz foi seca: ele aceita a aliança, desde que Bibi não faça parte dela.“O parti...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários