A pressão do Ocidente sobre a emergente China acaba de ganhar um reforço: o mais recente porta-aviões do Reino Unido irá fazer sua viagem operacional de estreia pelas águas disputadas por Pequim no Indo-Pacífico. Será o maior deslocamento internacional da Marinha Real desde a Guerra das Malvinas (1982), quando uma frota expedicionária cruzou o Atlântico para expuls...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários