O racha no PSL e a disputa pela Presidência da Câmara ameaçam tirar o grupo do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) do comando da Comissão de Relações Exteriores, hoje um dos principais palcos da ala ideológica bolsonarista no Legislativo. Considerado uma espécie de chanceler paralelo, Eduardo foi eleito no ano passado para a presidência do colegiado e fez da pos...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários