O promotor alemão Hans Christian Wolters, que lidera as investigações sobre o desaparecimento da menina britânica Madeleine McCann, voltou a afirmar nesta quarta-feira (17) que a criança foi assassinada. "Há uma evidência concreta, fatos que nós temos. Não são apenas indicações", disse em entrevista à agência de notícias francesa AFP. No entanto, Wolters não es...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários