O presidente da França, Emmanuel Macron, chamou a situação das queimadas na Amazônia de "crise internacional". Ele afirmou que o tema deve ser discutido em reunião desta semana no G7 (grupo de países ricos, formado por Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido). De 1.º de janeiro até essa terça-feira, 20, foram contabilizados 74.155 foco...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários