O presidente da Bolívia, Evo Morales, reeleito há duas semanas em uma votação investigada por fraude eleitoral, afirmou ontem que seus rivais “buscam mortos” ao pedirem apoio aos militares na disputa política.“Estão buscando mortos que venham da polícia e das Forças Armadas”, disse Morales, um dia depois de um influente líder opositor regional convocar os militares a i...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários