O líder opositor boliviano Luis Fernando Camacho, que prometeu forçar o presidente Evo Morales a assinar uma carta de renúncia redigida por ele, retornou nesta terça-feira (5) para a cidade de Santa Cruz, depois de ser impedido de deixar o aeroporto de El Alto, na região de La Paz. "Um avião decolou com o senhor Camacho na direção de San...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários