Usar uma criança fardada carregando uma réplica de um fuzil em um evento político, como fez na última semana o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (sem partido), deveria ser um crime e os envolvidos, punidos, para o Comitê de Direitos das Crianças da ONU (Organização das Nações Unidas). Na última quinta-feira (30), em evento em Belo Horizonte com a presença do gov...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários