Casas invadidas sem ordem judicial, famílias inteiras arrastadas a descampados onde foram executadas, fugas noturnas por medo de ataques aéreos, torturas. Este pesadelo tem feito parte dos habitantes do departamento (estado) de Apure, na Venezuela, próximo à fronteira da Colômbia, desde o último dia 21 de março. As denúncias fazem parte de um relatório elaborado pela O...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários