Mais de 1 milhão de pessoas protagonizaram ontem a maior manifestação desde a redemocratização do Chile, nos anos 90. A multidão se reuniu na Plaza Italia, em Santiago, principal ponto de encontro dos manifestantes que vão às ruas das maiores cidades do país para protestar contra o governo do presidente Sebastián Piñera e a desigualdade social. Segundo Karla Rubilar, ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários