Líderes de países europeus e o do Canadá disseram neste sábado, 11, que a confissão do Irã de que derrubou por engano o avião de passageiros da Ukraine Airlines International (UIA), na quarta-feira, matando as 176 pessoas a bordo, é um primeiro passo e que agora é preciso que haja uma investigação sobre o caso. O primeiro-ministro Boris Johnso...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários