O autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, fez um apelo na quarta-feira (6) para o papa Francisco defender junto a Nicolás Maduro sua saída do poder do país latino. "Eu peço a todos aqueles que podem nos ajudar a colaborar para o fim da usurpação, para um governo de transição e levar a eleições verdadeiramente livres", disse o opositor em ent...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários