Os filhotes de Cecil estão sendo protegidos pelo irmão do leão em meio a temores de que eles fossem mortos por um rival do sexo masculino. A descoberta foi compartilhada nesta sexta-feira (31) por pesquisadores da Universidade de Oxford, que estudavam Cecil quando ele ainda estava vivo. O leão símbolo do Zimbábue foi morto pelo dentista americano Walter Palmer no início deste mês...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários