Um adolescente egípcio de 13 anos é o herói que evitou um massacre de estudantes na última quarta-feira (20), quando um cidadão ítalo-senegalês sequestrou e incendiou um ônibus escolar com mais de 50 pessoas no norte da Itália. Ramy Shehata escondeu o celular do agressor, Ousseynou Sy, que queria cometer um atentado para protestar contra as políticas migrat...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários