Derek Chauvin, ex-policial de Minneápolis que usou o joelho para sufocar George Floyd por cerca de nove minutos em maio, foi libertado após pagar fiança de US$ 1 milhão (R$ 5,62 milhões). Chauvin, 44, é alvo de um processo por homicídio com intenção de matar. Negro, Floyd morreu após essa abordagem, em 25 de maio. Seu assassinato gerou uma onda de fortes protestos pelo m...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários