A agência regulatória europeia (EMA) começou nesta terça-feira (4) a analisar a Coronavac, vacina desenvolvida pela chinesa Sinovac, também produzida e usada no Brasil. O imunizante entrou em processo de revisão contínua, cujo objetivo é acelerar a avaliação de um medicamento promissor durante emergências de saúde pública. Segundo o comitê de medicamentos humanos da ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários