O presidente americano, Joe Biden, aproveitou o comunicado após seu primeiro encontro cara a cara com o premiê britânico, Boris Johnson, para apresentar os Estados Unidos como "o arsenal de vacinas" do mundo. A doação de 500 milhões de doses do imunizante da Pfizer para cerca de 100 países mais pobres foi a vitrine para a estratégia de Biden nesta visita à Europa...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários