A Embaixada do Brasil em Bagdá, no Iraque, recomendou nesta sexta-feira, 3, que não sejam feitas viagens ao país devido ao "quadro de incertezas e especulações" após ação militar dos EUA que matou o general iraniano Qassim Suleimani. Alerta publicado no site da embaixada também afirma que brasileiros que estiverem no Iraque devem "evitar as áreas de conflitos e agir com ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários