A coalizão conservadora do primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, surpreendeu ontem ao conquistar uma vitória “milagrosa” nas eleições parlamentares, forçando o líder trabalhista Bill Shorten, apontado como favorito, a reconhecer sua derrota. “Sempre acreditei em milagres. Como a Austrália é fantástica!”, reagiu Morrison a seus partidários em Sydney, saudando os “au...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários